Concurso ANAC 2017: Confira as últimas notícias e previsões

Boa remuneração e estabilidade por contratação em regime estatuário estão entre as principais razões pelas quais milhares de concurseiros de todo o Brasil dedicam horas de estudo por uma boa colocação.

Um dos órgãos que oferecem todos estes itens é a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Agência reguladora federal do país, foi criada no intuito de regulação e fiscalização das atividades de aviação civil e infraestrutura aeroportuária e aeronáutica do Brasil.

Histórico e quadro atual

De acordo com a lei de criação da Anac, foram destinadas 1.755 vagas para servidores efetivos. Em levantamento feito em 2015, desse total, haviam 506 cargos vagos no quadro efetivo.

Em 2015, a agência solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) abertura de 354 vagas por meio de concurso. No entanto, foram autorizados 150 postos preenchidos por meio de concurso público.

Para efeitos de informação, o quadro pessoal da agência conta com 1.950 funcionários ativos, incluindo comissionados, estagiários e terceirizados.

Concurso Anac 2015

A Anac realizou, em 2015, concurso público para provimento de 150 vagas para contratação imediata. Estas foram distribuídas entre os cargos de técnico em regulação (45), técnico administrativo (15), especialista em regulação (65) e analista administrativo (25). As funções de técnico exigiam nível médio e, as outras duas, superior.

As avaliações foram feitas por meio de provas objetiva e discursiva para todos os cargos. As provas objetivas eram compostas por 80 questões para os cargos técnicos e 130 para analistas. Os candidatos inscritos para funções de nível superior também foram submetidos à prova de títulos. O certame foi organizado pela Escola de Administração Fazendária (Esaf).

As remunerações para os cargos são de R$ 6.062,52 para técnico administrativo, R$ 6.330,52 para técnico em regulação, R$ 11.444,29 para analista administrativo e R$ 12.347,29 para especialista em regulação. O concurso tem validade de 1 ano a partir da data de homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

O edital constando os detalhes encontra-se clicando aqui.

Dicas para passar no Concurso da Anac

Um dos principais itens para se dar bem em um concurso é conhecer sua banca organizadora. Caso mantenha a tradição do último, para o concurso DNIT 2017, a banca organizadora responsável pode ser a Esaf e é importante conhecer características básicas para poder sair-se bem nas provas.

A banca é conhecida por sua confiabilidade, mostrando-se como organizadora séria, sem casos de fraudes em seus exames. Possui grau mais elevado de dificuldade, já que costuma cobrar provas mais complexas em matérias como língua portuguesa e exatas.

As questões são de múltipla escolha e exige pontuação mínima nas disciplinas para classificação do candidato. Como o grau de dificuldade das provas é alto, o ideal é que o candidato se prepare bem em todas as matérias pois, há casos em que o inscrito fez boa pontuação em uma disciplina mas, foi desclassificado por nota ruim em outra.

Durante a preparação, verifique as disciplinas com maior peso na área escolhida, bem como aquelas consideradas critérios de desempate. Não fique muito tempo sem contato com uma disciplina, fazendo rodizio de matérias em seu cronograma de estudo. Durante a prova, resolva primeiro as questões mais fáceis para, depois, passar às de complexidade maior.

Concurso Anac 2018

O certame de 2015 teve suas provas realizadas em 2016, com homologação em dezembro do mesmo ano, ou seja, ainda está em prazo de validade, com convocações para entrevistas em andamento.

Portanto, um novo edital para a agência reguladora só deve sair a partir de 2018. Porém, em virtude da concorrência habitual no concurso da Anac, vale a pena acessar o edital anterior e adiantar seu cronograma de estudos.

FONTE: http://editalconcursosbrasil.com.br/blog/concurso-anac/

You May Also Like