Concurso Câmara BH e ALMG: até R$6.371 para 2º grau

Quem busca estabilidade, bons salários e crescimento profissional terá em breve a oportunidade de ingressar no Poder Legislativo na capital mineira, por meio de dois grandes concursos já confirmados. O primeiro será para a Câmara Municipal de Belo Horizonte, cujo edital será relançado a qualquer momento. O outro terá vagas para a Assembleia Legislativa, que já tem comissão organizadora desde agosto de 2015.

Na Câmara serão pelo menos 62 vagas imediatas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior. Para a Assembleia também serão oferecidos cargos para os mesmos níveis. No entanto, o número de vagas ainda será definido. Os cargos que se destacam em ambos os concurso são destinados a interessados com escolaridade do nível médio, pois oferecem bons rendimentos e não exigem experiência. Na Câmara, por exemplo, há técnico legislativo (40 vagas imediatas), que proporciona salário inicial de R$2.897,50, podendo a remuneração chegar a R$3.702,50 com o auxílio-alimentação de R$35 por dia (8h diárias de trabalho). Servidores que trabalham seis horas diárias recebem auxílio-alimentação de R$27,50 (média de R$632 ao mês).

Os técnicos legislativos ainda podem receber R$170,95 de auxílio-creche, R$1.393,81 de gratificação, caso participem de Comissão Permanente de Licitação, entre outros benefícios. Os técnicos de enfermagem ainda ganham R$579,50 de gratificação pelo exercício de função de responsável técnico na área da saúde. O concurso para a Câmara teve edital divulgado ano passado, mas foi suspenso no dia 4 de setembro porque a organizadora que faria a seleção, o Idecan, não atendeu os requisitos legais para a contratação. A Câmara informou que já trabalha para escolher uma nova organizadora e assim que essa etapa for definida um novo edital será publicado no segundo semestre.

Especialistas em serviço público observam que a suspensão temporária do concurso dá aos interessados mais tempo para os estudos, já que a seleção será retomada tão logo os trâmites burocráticos sejam acertados. “Para o candidato que almeja ser um dos aprovados, o estudo antecipado é imprescindível, principalmente nas disciplinas de Lingua Portuguesa, Matemática, Raciocínio Lógico, Informática, Direito Constitucional e Administrativo. Essas são as chamadas disciplinas básicas que se fazem presente em 80% dos editais. Então, se um candidato quer ser aprovado, deve iniciar a preparação agora para sair na frente”, observa César Luis Galvão Alves Junior, diretor dos grupos Atuallys e Galvão Concursos.

Quem já se prepara para o concurso da Câmara pode aproveitar parte dos estudos acumulados para participar da seleção em pauta para este ano na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A comissão formada no dia 12 de agosto de 2015 já iniciou o levantamento da demanda de vagas para o novo concurso. A etapa seguinte será a divulgação da organizadora. O último concurso para o legislativo estadual foi em 2014, apenas para cargos de nível superior. Para níveis médio e médio/técnico a seleção foi em 2008, com oferta de 221 vagas, das quais 80 para médio e o restante para médio/técnico ou superior.

Os cargos em destaque de nível médio que devem ser oferecidos são técnico de apoio legislativo e policial legislativo, que proporcionam salários de R$3.928,51. As remunerações alcançam R$4.878,51, com o auxílio-alimentação de R$640 e o auxílio-transporte de R$310. Para os policiais, os valores chegam a R$6.371,34 com uma gratificação de R$1.492,83 inerente à carreira.

No concurso anterior para policial legislativo, organizado pela Fundep em 2008, foram aplicadas questões de Língua Portuguesa (15), Noções de Direito (25), Raciocínio Lógico (15) e Primeiros Socorros (cinco). A seleção ainda contou com avaliação física, psicológica e investigação social. Já os concorrentes a técnico legislativo resolveram questões de Língua Portuguesa (20), Noções de Direito (10), Matemática e Raciocínio Lógico (20) e Informática (10).

Tanto para a Câmara como para a Assembleia legislativa, os servidores são contratados pelo regime estatutário, que garante estabilidade. A lotação para ambos é em Belo Horizonte.

You May Also Like