Guarda de Belo Horizonte: concurso tratado com prioridade

Segue a expectativa para o concurso que terá oferta de cerca de 2 mil vagas na Guarda Municipal de Belo Horizonte. Apesar de ainda não ter sido autorizado, o concurso para guarda de 2ª classe é tratado com prioridade, segundo o comandante da Guarda, Rodrigo Sérgio Prates. De acordo com ele, a contratação de novos servidores é uma das garantias do prefeito Alexandre Kalil. A remuneração pode chegar a R$2942,72, sendo R$1.720,72 de vencimento, R$350 de vale-refeição, R$294 de Gratificação por Disponibilidade Integral (GDI) e R$578 de adicional por exercício de atividade risco de R$578.

Curso Online para Guarda Municipal de Belo Horizonte

Poderão participar interessados de ambos os sexos, que atuarão em jornada de 44h semanais. No concurso anterior, realizado em 2009, foram oferecidas 600 vagas, das quais 570 para homens e 30 para mulheres. Na ocasião, a exigência foi o nível fundamental.

Os candidatos realizaram provas objetivas, avaliação de títulos, de capacidade física, psicológico, exames médicos e sindicância social. A prova objetiva foi composta de questões de Língua Portuguesa, Legislação, Noções de Geografia Urbana e História de Belo Horizonte.

O comandante Rodrigo Sérgio Prates destaca que um dos atrativos para o concurso é o ambiente saudável e respeitoso da Guarda, onde as pessoas têm voz e são ouvidas. O espírito de corpo também é uma marca muito presente, segundo Rodrigo. “Mas todo esse dia a dia saudável vem com uma série de responsabilidades que, ao fim de uma jornada, contribuem muito para a pessoa. É a sensação de que trabalhamos por uma cidade melhor, onde a maioria dos nossos familiares residem, onde nós temos família”, garante.

FONTE: Folha Dirigida

You May Also Like