Receita Federal: pedido de concurso deverá ser para mais de 400 vagas

A demanda de concurso que a Receita Federal prepara para ser encaminhada ao Ministério da Fazenda nos próximos dias, para envio ao Ministério do Planejamento, deverá superar as 400 vagas mencionadas na previsão feita no projeto de Orçamento da União para este ano. Embora o quantitativo a ser solicitado ainda esteja sendo definido, uma fonte no órgão afirmou à FOLHA DIRIGIDA que aquela quantidade é irrisória diante da necessidade de pessoal existente.

Desejo de menor alteração possível na Fazenda

Ainda assim, conforme FOLHA DIRIGIDA noticiou, a intenção da Receita é enviar um pedido que possa efetivamente ser atendido pelo Planejamento, mesmo em meio às dificuldades orçamentárias enfrentadas pelo governo federal. O órgão pretende ainda que, diferentemente do que aconteceu no ano passado, a proposta enviada à Fazenda sofra a menor alteração possível antes de seguir para o Ministério do Planejamento, o que precisa acontecer até 31 de maio.

Em 2016, a Receita pediu concurso para 9 mil vagas, sendo 1.500 para auditor-fiscal e 2.500 para analista-tributário, 4 mil para assistente técnico-administrativo e mil para analista técnico-administrativo. Após a análise da Fazenda porém, foi encaminhado ao Planejamento um pedido de 1.847 vagas, sendo 400 de auditor, 600 de analista-tributário, 787 de assistente e 60 de analista administrativo.

Curso Online para Assistente Técnico Administrativo (ATA) da Receita Federal

Curso Online para Auditor Fiscal da Receita Federal

Ênfase no cargo de assistente, de nível médio

O que já se sabe sobre o pedido que será feito pela Receita este ano dará ênfase ao cargo de assistente técnico-administrativo, que é de nível médio e tem remuneração inicial de R$4.137,97 (já incluindo o auxílio-alimentação, de R$458). A função é a que possui maior carência na área de apoio, onde o déficit é de mais de 5 mil servidores, segundo o sindicato nacional da categoria (Sindifazenda). Para o cargo de analista administrativo, de nível superior, também da área de apoio, os iniciais são de R$5.490,09.

Na área fiscal, considerando-se a diferença entre a quantidade de vagas previstas em lei o total de servidores ativos, a defasagem é de 20.478 trabalhadores. São 20.420 vagas existentes para auditor e 16.99 para analista, com apenas 9.974 e 6.967 preenchidas respectivamente, segundo dados de fevereiro deste ano, divulgados pela Receita Federal.

Curso Online para Assistente Técnico Administrativo (ATA) da Receita Federal

Curso Online para Auditor Fiscal da Receita Federal

Concurso Receita Federal

Tanto o cargo de auditor quanto o de analista são abertos a quem possui o ensino superior completo em qualquer área. Para esses, os ganhos iniciais são de R$19.669,01 (auditor) e R$11.132,21 (analista). Os valores ainda serão reajustados em 2018 e 2019, conforme acordo celebrado com o governo e aprovado pelo Congresso Nacional.

De acordo com a fonte na Receita, o pedido que está sendo formulado visa à abertura da seleção no ano que vem. Apesar disso, nada impede que uma autorização possa ser concedida ainda este ano, caso o Planejamento decida pela liberação do concurso. Até porque o orçamento da União de 2017 já contempla a abertura de 400 vagas.

A Receita Federal abriu concursos para assistente técnico-administrativo e para auditor-fiscal pela última vez em 2014. Para analista técnico-administrativo, a seleção mais recente foi em 2013, e para analista-tributário, em 2012.

Por: Anderson Borges

 

FONTE: Folha Dirigida

You May Also Like