TCE-SC: Inscrições abertas para auditor

Os interessados no concurso do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina já podem se inscrever na disputa. Estão sendo ofertadas 50 vagas de auditor de controle externo, às quais poderão concorrer graduados em diferentes áreas de formação como Administração (cinco), Contabilidade (13), Direito (dez), Economia (três), Engenharia Civil (dez) e Informática (nove). O vencimento inicial é de R$10.292,19, além do benefício de auxílio-alimentação, no valor de R$1.314,83. A Cebraspe recebe as inscrições até o dia 3 de fevereiro, apenas no site. Para ter sua inscrição homologada, o interessado deverá ainda realizar o pagamento da taxa, que custa R$120. Os doadores de sangue ou membros de família baixa renda inscritos no CadÚnico poderão solicitar a isenção deste valor. O resultado provisório da análise dos pedidos será publicado dia 17 de fevereiro de 2016.

Os concorrentes serão avaliados em três fases distintas: uma prova de conhecimentos básicos, outra de conhecimentos específicos e, por fim, avaliação de títulos. As duas primeiras etapas são testes objetivos de caráter eliminatório, já a última é apenas classificatória. As provas objetivas terão a duração de quatro horas e serão aplicadas na data provável de 22 de abril, à tarde. O locais e horários deverão estar disponíveis no site do Cespe dia 22 de março. As duas provas juntas valerão 500 pontos, sendo 150 para a primeira e 350 para a segunda. Os candidatos terão que classificar as questões em certas ou erradas, marcando na folha de respostas.

Na P1 (primeira prova), a cada item correto, 3 pontos serão somados à nota do candidato e, por cada erro, a mesma pontuação será subtraída. Na P2 será aplicada a mesma regra, porém, cada questão valerá 5. Será reprovado quem obtiver, respectivamente, nota inferior a 30 e 105, ou total menor que 150. A última etapa, referente à avaliação de títulos, será aplicada apenas aos aprovados nas primeiras fases. Nesse estágio, o candidato apresentará seus documentos referentes à formação acadêmica e poderão alcançar até 10 pontos. Receberá nota zero quem não cumprir todos as exigências para envio dos comprovantes. Este concurso público tem validade de um ano, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

Deficientes – Para concorrer a uma dessas vagas preferenciais, o candidato deve declarar-se com deficiência no ato da inscrição e encaminhar uma cópia simples do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e uma autenticada do laudo médico. Esta última precisa conter o número do Conselho Regional de Medicina (CRM) emitido nos últimos 12 meses, atestando a espécie e o grau da deficiência com referência ao código correspondente da Classificação internacional de Doenças (CID), além da provável causa da limitação. Os documentos podem ser enviados por meio do endereço eletrônico do Cespe até o dia 3 de fevereiro. Após a entrega, os candidatos passarão por uma perícia médica.

Folha Dirigida

You May Also Like