TJMG prepara edital para nível médio

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) ratificou, na última semana, que o edital do concurso para vagas imediatas e cadastro em cargos de nível médio já está fase de elaboração pela Consulplan e será publicado neste semestre. Embora o número de vagas ainda não tenha sido informado, a maior oferta deverá ser para Belo Horizonte e Região Metropolitana, onde há maior déficit de servidores.

O concurso será para oficial de apoio judicial (Justiça Comum e Juizado Especial) e oficial judiciário (Comissário da Infância e da Juventude. Além de estabilidade, os novos servidores encontrarão boa remuneração inicial de R$3.238,54, já com o auxílio-alimentação de R$799.

Em entrevista à FOLHA DIRIGIDA, o coordenador geral licenciado do Sindicato dos Servidores da Justiça de 2ª Instância do Estado de Minas Gerais (Sinjusmg), Wagner Ferreira, destacou necessidade do concurso para o TJ-MG. “Além das aposentadorias que fazem parte de um processo natural, com a crise econômica as pessoas que perdem o emprego tendem a buscar com mais frequência seus direitos junto ao tribunal, aumentando, assim, a demanda processual. Desta forma, os servidores não conseguem dar conta de tanto trabalho, necessitando a contratação de pessoal por meio de concurso”, observa.

O sindicalista garante ainda que a maior carência é para as comarcas de Belo Horizonte, Montes Claros e Governador Valadares. De acordo com ele, em função do grande déficit de pessoal, muitos aprovados deverão ser convocados durante o prazo de validade do concurso. “Esperamos pelo menos mil contratações para a 1ª instância, sem contar as aposentadorias que poderão aumentar ainda mais esse número”, prevê.

A seleção dos candidatos será por meio de prova objetiva, com 20 questões de Língua Portuguesa, 15 de noções de Informática, 20 de noções de Direito e 25 de Atos de Ofício. A segunda fase será uma prova prática de digitação.

Novo concurso em BH – O concurso deste ano é para a 1ª instância e oferecerá vagas para praticamente todas as comarcas. A 2ª instância destina-se ao quadro de pessoal da sede do TJ-MG, em Belo Horizonte, cujo prazo de validade da seleção anterior termina em setembro. Segundo Wagner Ferreira, após essa data será dado início ao processo de preparação para um novo concurso para a capital.

O concurso previsto para o próximo ano será para oficial judiciário (483 vagas em aberto) e para técnico judiciário (91). O coordenador adianta que há um projeto de criação de duas novas Câmaras de Julgamento para Belo Horizonte e, em função disso, será preciso  aproximadamente 40 novos servidores somente para essas unidades.

Folha Dirigida

You May Also Like