TRE-PR poderá ter novo concurso para servidores em 2017

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) prevê a realização de novo concurso público no próximo ano na área de apoio. O documento de Orçamento da União para 2017 solicita recursos para a seleção. O último concurso realizado pelo TRE-PR abriu as inscrições 2011 e teve a validade expirada em outubro deste ano – foram dois anos e houve prorrogação pelo mesmo período. 
 
De acordo com Ana Maria Marchal, secretária de gestão de pessoas do TRE-PR, o concurso foi “utilizado em sua plenitude”. Segundo a servidora, o pedido para a realização de um novo foi realmente solicitado, mas ainda não tem informações se será aprovado ou não. “Não há nada de concreto”, diz.
 
 
O concurso de 2011 teve 44.387 candidatos. As oportunidades foram para os níveis médio, técnico e superior e os cargos ofertados, de analista judiciário (nas áreas judiciária, administrativa, de contabilidade, apoio especializado em biblioteconomia e apoio especializado em odontologia) e técnico judiciário (para as funções administrativas e de enfermagem). As remunerações eram de R$4.052,96 a R$6.611,39.
 
O concurso 2011 do TRE-PR foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). A jornada de trabalho semanal foi de 40 horas e as contratações ocorreram pelo regime estatutário. As provas dos técnicos tiveram 60 questões objetivas de Conhecimentos Básicos e Específicos. Já os analistas fizeram, além destas 60 questões, uma redação.
 
Veja o que caiu nas provas para técnico e analista em 2011
 
Para o técnico na área Administrativa, as disciplinas de Conhecimentos Básicos foram Português, Noções de Informática, Noções de Arquivologia. As específicas da área foram de Noções de Direito Constitucional, Poder Judiciário, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Noções das Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná.
 
Já o analista, na parte de Conhecimentos Básicos, teve questões de Português e Noções de Informática. Para a área judiciária, a parte específica teve Direito Constitucional, Administração Pública, Direito Eleitoral, Lei das Inelegibilidades, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. 
 
Para a área administrativa, as questões foram Direito Constitucional, Direito Eleitoral, Direito Administrativo, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais, Administração Pública, Administração Financeira e Orçamentária, Processo de Planejamento-Orçamento, Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, Noções de Direito Civil, Noções de Direito Processual Civil, Noções de Direito Penal e Noções de Direito Processual Penal.
 
You May Also Like